Acessibilidade A+ A- C

RAO INTERNACIONAL

O Aeroporto Regional Leite Lopes em Ribeirão Preto, está localizado em uma região de grande importância estratégica e econômica do Estado de São Paulo e de contínuo e acentuado desenvolvimento nos últimos anos.

Quarto colocado em movimento de passageiros do Estado, o Aeroporto Leite Lopes (popularmente conhecido como Aeroporto de Ribeirão Preto - RAO) tem a função de atender não só a cidade, mas também a região nordeste do Estado e o sul de Minas Gerais.

Situado no perímetro urbano, com acesso através da Av. Thomas Alberto Whately, encontra-se envolvido por uma expressiva concentração de moradias no seu entorno. A condição atual traz restrições operacionais e de capacidade instalada, o que exige intervenções construtivas a fim de adequá-lo às novas demandas da região.

Desta forma, em pareceria com o DAESP (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), a DERSA foi responsável por elaborar o projeto de readequação aeroportuária, contemplando as seguintes intervenções:

  • Deslocamento da pista de pouso e decolagem em 500 metros e a regularização da área acrescida ao sítio aeroportuário, com desvio da curva de ruído para dentro do sítio aeroportuário, evitando assim atingir as moradias do entorno.
  • Implantação de um novo viário de acesso ao Aeroporto, contemplando uma passagem sob a Avenida Thomaz Alberto Whatelly e adequação do sistema viário existente no entorno, com a ampliação do sítio aeroportuário.

Além da elaboração do projeto básico e detalhamento executivo das obras de adequação, a DERSA atuou no processo de licenciamento ambiental, no cadastramento dos imóveis e na preparação do Decreto de Utilidade Pública (DUP).

Importante destacar que o empreendimento trará os seguintes benefícios:

  • Tornar a aviação de carga internacional economicamente viável.
  • Melhoria do tráfego local.
  • Melhoria do acesso ao aeroporto.
  • Redução da poluição sonora no entorno do aeroporto.
  • Promoção de um melhor uso do modal aeroviário.

 

  • Tornar a aviação de carga internacional economicamente viável
  • Melhoria operacional do tráfego local
  • Melhoria do acesso ao aeroporto
  • Redução da poluição sonora no entorno do aeroporto
  • Promoção de um melhor uso do modal aeroviário