Sustentabilidade
Acessibilidade A+ A- C

DERSA ajuda a tornar mais verde o centro de São Paulo

Apenas na área da Sé 24 ruas serão beneficiadas na primeira fase do programa

Mais de 400 mudas de ipês roxos e amarelos estão sendo plantadas na região da Sé

O plantio faz parte da compensação ambiental pelas obras da Nova Marginal. Apenas na área da Sé 24 ruas serão beneficiadas na primeira fase do programa. Outras sete subprefeituras também já estão recebendo novas árvores: na Mooca foram 3.826 mudas, em Santana 1.859, em Pirituba 1.227, na Lapa 1.227, na Freguesia do Ó 3.942, na Vila Maria, 1.224 e na Casa Verde 4.500. “A Casa Verde saiu na frente, foi onde iniciamos o trabalho, por causa disso já tem tantas mudas plantadas”, diz Daniel Salati Marcondes, Gerente de Meio Ambiente da DERSA.

Daniel diz que a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente foi quem deu a idéia e a DERSA aprovou o projeto de plantio que dará mais colorido às ruas da regional da Sé e de outros bairros paulistanos. “Acho muito importante que dentro desse projeto tão grandioso, que dará mais de 175 mil novas árvores para São Paulo, contando a própria marginal, as vias de entorno e o plantio no Parque Ecológico do Tietê, o centro da cidade que é tão carente de verde também seja agraciado. “Temos o compromisso de plantar 10 mil mudas aproximadamente por subprefeitura, mas pretendemos chegar a 83.000 mudas de espécies nativas diversas”, afirma.

O projeto paisagístico da Marginal transformará a via, que é uma das mais movimentadas do mundo e ruas do entorno num grande jardim de paineiras, jequitibás-rosa, ipês amarelos, brancos e roxos, jatobás, paus-brasil, paus-ferro e sibipirunas, entre outras.